quinta-feira, 9 de junho de 2016

Saiba Como Prevenir e Tratar a Infecção Urinária


Para quem não sabe, a Infecção Urinária ou ainda Infecção do Trato Urinário, ou ITU, é a infecção mais comum no ser humano, perde apenas para as gripes, que são causadas por vírus e não bactérias, e ainda há muitas dúvidas sobre ela, que pode acontecer em qualquer parte do trato urinário, tendo nomes diferentes de acordo com a parte do trato urinário infectada e sendo acompanhada de alguns sintomas bem incômodos. Se a infecção acometer a bexiga, então, ela é chamada de cistite, se afetar os rins, pielonefrite. Vale saber, no entanto que, geralmente, o problema é causado principalmente por germes vindos do intestino, por isso, em 85% dos casos, é provocado por uma bactéria intestinal chamada Escherichia coli.

Uma curiosidade é que cerca de 20% dos casos de infecção urinária são em homens e 80% afetam as mulheres, e isso porque o principal reservatório de bactérias do organismo é o intestino, portanto, já que o ânus é muito próximo da vagina, essa região pode acabar colonizada com bactérias que acabam no sistema urinário, enquanto a distância entre o ânus e o canal da uretra no pênis é muito maior, sendo assim, é bem menor o risco de infecção urinária nos homens.

A infecção urinária é causada por germes, em geral bactérias que entram pela uretra e chegam até a bexiga. Isso pode levar a uma infecção, mais comumente na própria bexiga, que pode se propagar até os rins. É preciso ficar atento com casos na família, já que os fatores hereditários aumentam as possibilidades, além da baixa resistência e doenças como aids, diabetes e câncer, que também são agravantes, além disso, outros fatores também estão associados à infecção urinária, tais como uso de espermicidas, múltiplos parceiros, cálculo urinário, resíduo urinário elevado e uso de sondas urinárias.





No início, quando a infecção só acomete a bexiga, os sintomas são ardência para urinar, aumento da frequência de ir ao banheiro urinar e necessidade de urinar com frequência, mesmo logo depois de esvaziar a bexiga, febre baixa (embora nem todos tenham febre), são sintomas típicos da cistite, ou seja, a infecção urinária que acomete apenas a bexiga e não os rins. Já, quando uma cistite se transforma em uma pielonefrite, ou seja, a infecção no rim, os sintomas são mais fortes e o quadro mais sério e potencialmente grave, havendo febre, vômitos, calafrios, tremores ou suores noturnos, dores nas costas e o estado geral fica muito comprometido.



Se a infecção de bexiga for branda, os antibióticos orais são recomendados (3 dias para as mulheres e de 7 a 14 dias para os homens) porque há um risco de que a infecção se propague para os rins. Já se for uma infecção de bexiga com complicações como gravidez ou diabetes, ou uma infecção renal branda, são recomendados antibióticos de 7 a 14 dias.

É importante completar o tratamento com antibiótico, mesmo que você se sinta melhor, pois se você não não tomar os antibióticos até o fim, a infecção poderá voltar e ser mais difícil de tratar.
As pessoas com uma infecção de bexiga ou rins devem tomar muito líquido.
Algumas mulheres têm infecções de bexiga recorrentes ou repetitivas, nesse caso, o médico poderá sugerir diferentes maneiras de tratá-las como, por exemplo, tomar uma dose única de um antibiótico após o contato sexual pode prevenir essas infecções, que ocorrem depois da atividade sexual, assim como em alguns casos pode ser receitado antibióticos de 3 dias de tratamento para usar contra infecções diagnosticadas com base em seus sintomas, ou ainda, tentar tomar uma dose única diária de antibiótico para prevenir infecções.
Vale ressaltar que só é caso de internação, quando o paciente, com uma Infecção renal mais grave estiver muito doente e não conseguir tomar medicamentos orais ou beber líquidos suficientes, ou se for idoso, tiver cálculos renais ou alterações na anatomia de seu trato urinário, estiver grávida, tiver câncer, diabetes, esclerose múltipla, lesão na medula espinhal ou outros problemas médicos.

Expectativas
Uma infecção urinária é incômoda, mas no geral o tratamento é bem-sucedido, os sintomas de uma infecção de bexiga desaparecem de 24 a 48 horas após o começo do tratamento. Se você tiver uma infecção renal, poderá demorar uma semana ou mais para que os sintomas desapareçam.

Complicações possíveis

O risco de infecção do sangue com risco de vida (sepse) é maior para crianças, adultos muito idosos e aqueles cujos organismos não conseguem lutar contra as infecções (por exemplo, devido ao HIV ou à quimioterapia para o câncer).

Como prevenir a Infecção Urinária
Apesar de alguns fatores contribuírem para o surgimento da infecção urinária, é possível prevenir o problema com algumas medidas, tais como beber muita água, para que a urina saia de forma límpida, urinar depois da relação sexual, não segurar urina por muito tempo e caso este seja um problema recorrente, procurar um urologista para investigar outros fatores que possam estar relacionados a infecção urinária de repetição.

Vale ressaltar que mesmo sendo menos frequente a transmissão por via sexual, é preciso lembrar que toda vez em que existir uma bactéria em um dos parceiros, ela pode ser transmitida sexualmente. Se alguém tiver uma infecção urinária com um germe chamado clamídia, por exemplo, ela pode sim comprometer a via urinária e sexual

Claro que, manter a imunidade preservada é sempre muito importante, e isso se consegue com uma boa alimentação, bom sono e menos estresse. Quem sempre têm infecção após o ato sexual é recomendado um comprimido de antibiótico em dose baixa sempre após o sexo, sem falar que, vale lembrar que é fundamental ter uma boa higiene para as bactérias não entrarem em contato com a uretra e nunca ter relações sexuais anais sem preservativo.

Uma dica para as mulheres, depois da menopausa, é usar uma pomada de estrogênio na região da vagina para reduzir a probabilidade de novas infecções.

Recomendações:

 Opte por absorventes externos em vez de internos, alguns médicos acreditam que isso aumente a probabilidade de infecções e, claro, troque de absorvente cada vez que for ao banheiro.
-Use calcinhas de algodão e troque-as, ao menos, uma vez ao dia.
- Não use ducha nem sprays ou pó para a higiene feminina e procure não usar nenhum produto que contenha perfumes na área genital.
- Prefira chuveiro que banheira e evite óleos de banho.
- Mantenha SEMPRE limpa a zona genital e limpe a zona genital e anal antes e depois da atividade sexual.
- Urine antes e após a atividade sexual.
- Nunca se limpe de trás para frente após usar o banheiro, pois poderá trazer bactérias para sua região genital.

Enfim, uma infecção urinaria simples, como uma cistite, quando não tratada adequadamente ou no tempo certo, pode se transformar em uma pielonefrite, que pode gerar um quadro de infecção generalizada, conhecido como sepse, sem falar que pode levar a formação de abscessos no rim.






Siga a página do Trinta por Linha no Facebook e subscreva AQUI a nossa newsletter e receba diariamente as melhores dica para tudo e mais alguma coisa!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...