quarta-feira, 31 de agosto de 2016

Queimaduras de sol: Veja como Prevenir e Tratar

O Verão chegou, época de vestir um biquíni e pegar uma corzinha, só que muitas vezes mesmo sabendo a importância de usar o protetor solar (até em dias nublados), acabamos por negligenciar seu uso, e a busca pela cor perfeita, e em pouco tempo, acaba resultando em alguns problemas dolorosos como, no mínimo, queimaduras na pele. Assim, o sonho de conseguir uma pele bronzeada num tom dourado saudável e natural acaba indo por água abaixo. Porém, nem tudo está perdido, o verão está apenas começando e você ainda pode aprender a se prevenir desse desconforto ou mesmo tratar e aliviar o vermelhão (e o sofrimento) provocado por essas queimaduras.

Vale ressaltar que prevenir ainda é a melhor opção, pois os efeitos maléficos da radiação, que podem resultar em câncer de pele e ao envelhecimento cutâneo, não serão amenizados com o tratamento da queimadura solar, portanto, prevenir é o melhor remédio, assim, é fundamental o uso do protetor solar, chapéus e óculos de sol como métodos de barreira, bem como evitar a exposição nos horários entre 10 e 16 horas ou, no horário de verão, entre 11 e 17 horas.

Ok, mas agora o mal está feito e sua pele mais parece a de um camarão, ou um tomate, então, depois de prometer para si mesma que isso não tornará a acontecer, é hora de anotar as dicas de como diminuir essa terrível sensação de ardência, coceira e também o vermelhão e…Hidratação já!


1 – Proteja sempre muito bem a pele, mesmo que fique ao sol por pouco tempo ou nos horários seguros (até as 10h e após as 16h), para isso, use um filtro solar adequado em bastante quantidade.


2 – Além de hidratar a área queimada, e para isso aquelas pomadas de bebê estão valendo, é hora de ingerir muito líquido.


3 – Invista em cremes com babosa, corticóides tópicos (gel, loção ou creme) calamina, mentol, azuleno e aloe vera. Cremes à base de ureia, Vitamina A – que é um anti-inflamatório – e Vitamina E – que é antioxidante e, por isso, evita o envelhecimento cutâneo, também são boas opções, além de compressas frias, que podem ser feitas com camomila, para diminuir a vermelhidão e ardência .





4 – Tome banhos frios e mornos de imersão com aveia na água e compressas de chá fraco de camomila na face para aliviar as queimaduras solares e diminuir a dor e a sensação de calor.


5 – Geralmente, antes de descascar, a pele começa a coçar bastante, pois a cútis, quando queimada, está também desidratada, por isso, é importante investir em produtos hidratantes e aumentar a ingestão de líquidos, principalmente água!




O que NÃO fazer diante de queimaduras de sol:

Se ou quando a pele começar a descascar, nunca a puxe e muito menos acelere a descamação, pois dependendo da área atingida e da intensidade da queimadura, a pele deve se recuperar em uma semana, em média, procure hidratar e esperar.

 Evite banhos quentes, eles deixarão a pela ainda mais ressecada.
Jamais utilize produtos como álcool e pastas de dentes (mentolada), embora possa, inicialmente, proporcionar uma sensação de frescor, eles irão agravar a desidratação da pele, muito menos passe cremes à base de ácidos.
Evite também usar sabonetes nas regiões mais afetadas, pois irão ressecar mais ainda a pele, mas se não quiser ficar sem utilizar sabonete, prefira os que têm alguma fração hidratante na formulação.
Não caia no erro de esfoliar a pele nessas situações, nem mesmo quando já estiver descascando, pois a camada cutânea que nasce após a descamação é bem fina e muito sensível, podendo ser machucada e até inflamar facilmente. Além disso, os esfoliantes, físicos ou químicos, removem as camadas da pele, aumentando a sensibilidade e desidratação.
Não utilize produtos com anestésicos locais na sua composição (caso da xilocaína e benzocaína) ou derivados do petróleo (propilenoglicol), pois provocam suores, irritação cutânea e alergias.

Queimaduras mais sérias:

O tempo estava nublado, ou mesmo, você ficou exposta e nem percebeu e quando chegou em casa notou o estrago, resultando em queimaduras mais sérias, muitas vezes com direito a febre e inchaço, pois bem, atenção, procure um dermatologista, ele, e só ele, poderá prescrever o uso de medicamentos anti-inflamatórios por via oral ou tópica mais indicados para o seu caso.



Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...